Distrito Federal começa a adotar a nova CNH digital

Depois do estado de Goiás, o DF é a segunda unidade da Federação a informatizar o serviço após a aprovação da CNH digital pelo Contran em julho
 cnhdigital_625

O Detran DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal) iniciou nesta quinta-feira, 16/11, a adoção da nova Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no formato digital. As informações são da Agência Brasil.

Depois do estado de Goiás, o DF é a segunda unidade da Federação a informatizar o serviço após a aprovação da CNH digital pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) no último mês de julho. A novidade tem, entre outras coisas, a intenção de minimizar as fraudes.

Segundo o órgão, essa nova CNH digital terá o mesmo valor jurídico do documento impresso tradicional, que continuará sendo emitido normalmente. A comprovação da CNH digital pelos agentes de trânsito pode ser feita por meio da assinatura com certificado digital ou pelo QR code.

“Qualquer cidadão e qualquer setor da sociedade poderão ter acesso à comprovação dos dados, seja em uma relação civil ou numa relação empresarial, como as que envolvem bancos, cartórios e empresas de locadoras de veículos”, explica o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Vincenzi.

Sempre que for visualizar a nova carteira de motorista no celular, o motorista precisará digitar uma senha, de forma a proteger o documento digital contra possíveis invasores.

Vale notar que os motoristas que possuem a versão antiga do documento precisarão renovar a impressa para, então, poder pedir a nova carteira de motorista digital.

Dados do DF

Como aponta a Agência Brasil, há mais de 1,5 milhão de motoristas no DF que, até 2022, poderão ter a carteira digital, uma vez que a CNH tem validade de cinco anos.

Quando for renovar a carteira, o motorista interessado em ter a CNH digital deverá informar alguns dados, como e-mail e o número do celular. A versão eletrônica do documento ficará disponível no momento em que o modelo de papel for impresso.

De acordo com determinação do Contran, o processo de implantação da CNH digital nos Detrans de todo o Brasil deverá ser concluído até fevereiro de 2018.